PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO E SÃO JOÃO BATISTA DE INGAÍ ++++ DIOCESE DE SÃO JOÃO DEL REI - MG ++++ PASTORAL DA COMUNICAÇÃO

4º Domingo do Tempo Comum

4º Domingo do Tempo Comum

NOSSAS CAPELAS

sábado, 31 de janeiro de 2015

EVANGELHO DO DOMINGO - IV Domingo do Tempo Comum

Anúncio do Evangelho (Mc 1,21-28)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

21Na cidade de Cafarnaum, num dia de sábado, Jesus entrou na sinagoga e começou a ensinar.
22Todos ficavam admirados com o seu ensinamento, pois ensinava como quem tem autoridade, não como os mestres da Lei.
23Estava então na sinagoga um homem possuído por um espírito mau. Ele gritou: 24“Que queres de nós, Jesus Nazareno? Vieste para nos destruir? Eu sei quem tu és: tu és o Santo de Deus”. 25Jesus o intimou: “Cala-te e sai dele!”
26Então o espírito mau sacudiu o homem com violência, deu um grande grito e saiu. 27E todos ficaram muito espantados e perguntavam uns aos outros: “O que é isto? Um ensinamento novo dado com autoridade: Ele manda até nos espíritos maus, e eles obedecem!” 28E a fama de Jesus logo se espalhou por toda a parte, em toda a região da Galileia.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

                                                                        
 PALAVRAS DO PASTOR DOM CÉLIO 
                                                                       

Evangelho Mc 1, 21-28
“E todos ficaram muito espantados e perguntavam uns aos outros: ‘O que é isto? Um ensinamento novo dado com autoridade. Ele manda até nos espírito maus, e ele obedecem”
 (Mc 1, 27)
Após ter escolhido s
eus discípulos, Jesus inicia suas atividades. Ensina uma doutrina libertadora. Realiza a missão de um profeta. O evangelho está relacionado com a primeira leitura, porque Jesus é o Profeta a que se refere Moisés. Os profetas deveriam falar em nome de Deus, denunciando os desvios que o povo poderia cometer.
E Jesus concretiza esta missão entre os seus. Ele cura os enfermos, expulsa os demônios, acolhe os pecadores. Seus discípulos e os que o acompanhavam começaram a entender que o Reino de Deus estava se realizando e tudo que Jesus fazia era com autoridade. Autoridade que recebera do Pai com a missão de revelar o verdadeiro rosto de Deus: um Deus misericordioso e bom.
O profeta é em primeiro lugar um mediador de Deus, portador fiel da palavra de Deus. O Profetismo no judaísmo teve uma força muito grande junto ao povo, porque tornou possível o encontro do homem com a palavra e a vontade de Deus. Denunciava a injustiça e o afastamento das pessoas sobre o Projeto de Deus, sobre a observância legalista da Lei.
A Igreja hoje é responsável em continuar apontando os caminhos para que se possa construir o Reino de Deus. O Papa Francisco tem sido o grande profeta de nosso tempo. E nós, como Igreja, não podemos perder nossa missão profética. Não podemos abafar a ação do Espírito Santo. Não podemos nos acomodar. A autoridade que foi da dada a Jesus, também nos é dada pela graça do Batismo, porque sabemos que a condição de batizados, nos confere a missão profética. Realizamos esta missão pela fala, pelo testemunho e pela ação.  Estar em sintonia com a pessoa de Jesus e em comunhão com a Igreja leva-nos a realizar com autoridade as ações santificadoras que nosso mundo de hoje necessita. Não podemos nos omitir em fazer o bem.

D. Célio de Oliveira Goulart – Bispo Diocesano

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

BOM DIA, VAMOS REZAR, COM NOSSO PÁROCO PADRE CARLINHOS, SCJ

Bom dia. Hj, 30/01 - 6F
Vamos rezar?
"Ele vai dormir e acorda, noite e dia, e a semente vai germinando e crescendo, mas ele não sabe como isso acontece" (Mc 4,27).
Senhor, Vós comparais o Reino dos céus como a semente espalhada pelo campo, que vai crescendo sem que a gente perceba. Aparecem as folhas, depois a espiga e por fim os grãos, mas a gente não vê crescer. Assim é nossa caminhada de fé, que pela oração, aos poucos vamos compreendendo o sentido da vossa palavra e que culmina com a pratica das boas obras. A princípio não vemos o que acontece, até pensamos e queremos que a conversão seja algo mágico, capaz de fazer a pessoa mudar de vida de forma imediata, só que não. Começa com a acolhida da Palavra, lançada em solo bom, nosso coração. A Palavra vai penetrando a nossa mente, fazendo com que nos interessemos por Ela e busquemos compreendê-la, como as folhas que nascem. A oração e a participação na família, na comunidade, nas pastorais e movimentos, faz com que iniciemos as obras de misericórdia, como a espiga que aparece. Por fim, os gestos concretos de ajuda, de perdão, de reconciliação, de caridade, de não julgamento, de acolhida, de paciência, de justiça, etc, são os grãos que formam a espiga. Dai vem o agricultor, o Senhor, pronto para recolhê-lá, porque deu 100 por um.
Que a força do Santo Espírito nos anime na busca da santidade, na conversão, para que iniciemos nossa caminhada de fé e não desanimemos, sabendo, de antemão, que o vosso Reino vai chegando aos poucos em nossas vidas, sem pressa, mas através das nossas atitudes do dia a dia, de acordo com a Palavra.
Abençoai-nos, nossos familiares e amigos. Venha a nós o vosso Reino.

Continue...

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

CONVITE ESPECIAL DO NOSSO PÁROCO PADRE CARLINHOS, A VOCÊ PARA PARTICIPAR DO CARNAVAL COM CRISTO EM INGAÍ

arte pascom

CARNAVAL COM CRISTO EM INGAÍ DIA 31/01/2015


CARNAVAL COM CRISTO VAI ANIMAR NOSSA CIDADE E PARÓQUIA NO PRÓXIMO SÁBADO

Publicada em: 26/01/2015 22:07
No próximo sábado tem Carnaval com Cristo em Ingaí
Missa, louvor e dança na quadra poliesportiva daquela cidade
Vista parcial de Ingaí, cidade onde será realizado o Carnaval com Cristo no próximo sábado. Foto ilustrativa, extraída do site da prefeitura daquela cidade

No sábado, último dia do mês de janeiro, a cidade de Ingaí terá um grande carnaval, mas não é o carnaval tradicional, é o 1º carnaval com Cristo de Ingaí. A festa que promete agitar a cidade terá início às 19h, com missa e show.
Após a missa, o grupo lavrense Tom de Deus vai movimentar o carnaval de Ingaí com muito louvor. Outra esperada atração é a Balada Cristã, com o conhecido DJ Diego Carvalho.
O 1º carnaval com Cristo de Ingaí será realizado na quadra poliesportiva, uma promoção da Paróquia São Sebastião e São João Batista, com o apoio das autoridades da cidade, do comércio e de seus moradores.
Eduardo Cicarelli (Jornal de Lavras)   Clique aqui e comente no Facebook do Jornal de Lavras

BOM DIA, VAMOS REZAR, COM NOSSO PÁROCO PADRE CARLINHOS, SCJ


Bom dia. Hj, 29/01 - 5F
Vamos rezar
"Jesus dizia ainda: 'Prestai atenção no que ouvis: com a mesma medida com que medirdes, também vós sereis medidos; e vos será dado ainda mais'" (Mc 4,24).
Deus justo e verdadeiro, sempre disposto a esclarecer o caminho que leva a ressurreição. Ensina-nos hoje a atitude do não julgamento, da necessidade do perdão, da misericórdia, da reconciliação e do amor incondicional. Não nos cabe julgar, muito menos condenar. Cada ser humano carrega em sua história de vida experiências boas e más, experiências únicas que influenciam na sua personalidade e conduta de vida. Cabe a nós amar a realidade de vida de cada pessoa e ajuda-lá, nas dificuldades. A compreensão já é uma das formas de ajuda. Medir o outro a partir da minha cultura e experiência de vida é agir de forma leviana e egoísta, é não ter caridade e nem empatia com a história de vida do outro. Viestes a este mundo e viveste a nossa realidade humana, passando pelas mesmas dificuldades, para justificar nossa limitação, mas, também, para mostrar um caminho capaz de viver de forma mais humana, menos egoísta, mas humilde, menos arrogante, mais pacífica e sem necessidade de guerras. O outro é tão quão importante como eu, é tão merecedor de direitos como eu.
Ajudai-nos, Senhor, a ter um coração mais acolhedor, caridoso, servil, bondoso e desprendido. Fazei com que nos aproximemos das pessoas sem preconceitos e interesses, mais gratuitamente e a aceitemos e respeitemos como seres humanos merecedores de atenção, carinho e acolhimento. 
Abençoai-nos, nossos familiares e amigos. Tornai o nosso coração semelhante ao vosso.

Continue...

SONHOS POR UMA JUVENTUDE

Sonhos por uma juventude
Escrito por Diocese   
Ter, 27 de Janeiro de 2015 09:25
dombosco
Não me canso de dizer que vivemos um kairós para a juventude na Igreja de Cristo. Se por acaso não pela abertura da participação juvenil, sim pela luta dos direitos e a busca do jovem como protagonista. De fato, a realização do reinado de Deus passa pelo jovem como “protagonista da transformação familiar, eclesial e social”.
Ainda assim na construção deste mesmo reino, almejamos um jovem que seja “sujeito ativo com dignidade, construtor de sua própria história de seu projeto de vida, sujeito de direitos”. Um jovem “discípulo missionário, fascinado pela pessoa e pelo projeto de Jesus, disposto a uma permanente conversão pessoal, pastoral e eclesial”, “construtor da Civilização do Amor”. Ressoa em meu coração o forte desejo, de uma renovação afetiva e efetiva de toda a Igreja pela juventude.
Há pouco tempo, Pe. Hilário Dick, profeta vivo da juventude no Brasil, disse que olhar os jovens é como olhar o próprio horizonte. Realmente, de certa forma como juventude construtora do Reino de Deus e da Civilização do Amor, caminhamos com o olhar e o coração voltados para o horizonte, tendo os pés no chão. Revendo nos estudos do projeto e missão da Pastoral Juvenil constatamos tudo isto. No horizonte está Deus e os horizontes de nosso caminhar são as juventudes, lugar teológico onde Deus habita. Olhar a realidade juvenil é o primeiro passo para que Deus e a juventude sejam percebidos com maior clareza como horizontes. O ponto de partida é a realidade sofrida dos (as) jovens, visada com “os olhos de Jesus” e que marcam nossa proximidade vivencial neste mesmo horizonte.
Muitos estranham quando digo que este “tempo favorável” começou séculos atrás. De fato é estranho... Afinal, como até o Papa Francisco disse: “[...] em todo tempo histórico se falou pejorativamente dos jovens”. E este fato, nós vivemos ainda hoje quando poucos confiam e acreditam na juventude. Porém, o mesmo Francisco amado completou: “[...] mas também em todo tempo foi essa mesma juventude que dava testemunho de compromisso, fidelidade e alegria”. Sem querer ser redundante ou empregar meu vício em pleonasmos, mais especificamente houve um tempo em que o kairós da juventude foi instaurado ou retomado pelo amor. Foi há 200 anos! Quando o mundo recebia de Deus um grande presente, e nós jovens um Pai e Mestre: São João Bosco. Pai e Mestre da Juventude! Títulos que foram atribuídos quase espontaneamente a Dom Bosco, como todos dizem. Eu o comparo com o próprio amor, que ativamente é o seu estilo de santidade. Ele ainda era capaz de dizer que os jovens não só devem ser amados, mas saber que são amados. Sem dúvida alguma, São João Bosco acertou em cheio ao concluir que nossa primeira felicidade é saber-se amado. A opção preferencial pelos jovens do santo educador traduz o que hoje chamamos de renovação afetiva e efetiva pela juventude. São os sonhos de Dom Bosco que me faz acreditar na potencialidade e no protagonismo juvenil. E de certa forma acreditar nos nossos próprios sonhos como jovens, que desejamos conquistar o nosso lugar no espaço familiar, eclesial e social.

“Prometi a Deus que até meu último suspiro seria para os jovens.”
(São João Bosco 1815-1888)

lucas_lara
Lucas Eduardo Maia Lara
Graduado em Filosofia pela UFSJ.
Coordenador do Setor Juventude e Assessor Jovem da Diocese de São João del-Rei

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

PADRE ELÍGIO STULP SE DESPEDIRÁ DA PARÓQUIA DE SANT'ANA DE LAVRAS NO PRÓXIMO SÁBADO DIA 31 DE JANEIRO

Será realizada no próximo sábado (31) uma missa de ação de graças para marcar a despedida do pároco da Igreja Matriz de Sant’Ana, padre Elígio Stülp, que deixa o cargo após seis anos.
A celebração acontecerá às 19h, na Matriz de Sant’Ana, com a presença dos vigários  paroquiais e também toda a comunidade. Padre Elígio seguirá para a paróquia Nossa Senhora da Penha, no Rio de Janeiro.
Ele será substituído pelo padre Cristiano Francisco de Assis, que  tomará posse como pároco da Paróquia Matriz de Sant’Ana no próximo dia 8 de fevereiro, às 18h, com uma grande celebração eucarística. O ato terá a presença do bispo da Diocese de São João del Rei, Dom Célio Goulart.
Nascido em Formiga (MG), padre Cristiano ingressou no Seminário Dehonista de Lavras em 1994. Ele foi ordenado há oito anos e atualmente está em missão no Mato Grosso (MT).

NOTA OFICIAL DAS MUDANÇAS DE PÁROCO E VIGÁRIO EM ITUTINGA E LAVRAS

Comunidade itutinguense se prepara para acolher novo pároco
Escrito por Diocese   
Qua, 28 de Janeiro de 2015 09:41
10947713_338403799696432_1702794646_n
O ano começará com grandes mudanças para a Paróquia Santo Antônio de Pádua, na cidade de Itutinga, pertencente a Diocese de São João del-Rei. O motivo vem da mudança do Pároco, que ocorrerá na próxima segunda-feira, 02.
Padre Victor Bertulino da Silva será o novo administrador paroquial. Ordenado no início de 2014, Padre Victor substituirá o atual Pároco, Padre Fernando Salomão Resende, que migrará para Lavras como vigário da Paróquia São Sebastião, onde Padre Victor exercia seu trabalho até o momento.
As celebrações de acolhida do novo Pároco terão início nesta sexta-feira, 30, com um tríduo na Igreja Matriz, se preparando para o dia 2 de fevereiro, data da cerimônia de posso.
Para acolher o novo pároco, a comunidade itutinguense prepara – com alegria – uma grande festa. Missas, Adoração ao Santíssimo e carreata festiva, estão prevista para a celebração.
Já em Lavras, a acolhida do novo vigário paroquial será no dia 05, quinta-feira, com celebração de Missa, ás 19 horas.

BOM DIA, VAMOS REZAR, COM NOSSO PÁROCO PADRE CARLINHOS, SCJ

Bom dia. Hj, 28/01 - 4F
Vamos rezar
"Jesus lhes disse: 'A vós, foi dado o mistério do Reino de Deus; para os que estão fora, tudo acontece em parábolas, para que olhem mas não enxerguem, escutem mas não compreendam, para que não se convertam e não sejam perdoados'”. ((Mc 4,11-12).
Senhor, em muitas ocasiões ouvimos a vossa Palavra, mas não a escutamos de verdade, devido a distrações, preocupações e preguiça. Nós a ouvimos, mas não é conosco. Com isso deixamos de compreende-la e praticá-la. Muitas vezes nos encaixamos no versículo acima, pois olhamos e ouvimos mas não enxergamos e nem compreendemos. 
Abri nossos ouvidos e olhos, também nosso coração e mente, para que acolhamos a vossa Palavra como semente, que plantada em nossos corações penetre o mais profundo de nossas vidas para que cresça e produza frutos de amor, doação, perdão, caridade, paciência, justiça e Misericordia. 
Abençoai-nos, nossos familiares e amigos. Seja feita a vossa vontade.

Continue...

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

PAPA FRANCISCO RECORDA O GENOCÍDIO NAZISTA DE JUDEUS E CLAMA PELA PAZ NO MUNDO

O Papa Francisco lembrou na manhã de hoje, em suas reflexões e postagens nas redes sociais pela internet as vítimas do holocausto de judeus e de outros povos promovidos pelo Regime Nazista Alemão, onde foram mortos mais de 20 milhões de pessoas.

No Twitter nosso pontífice escreveu :

"Auschwitz grita a dor dum sofrimento enorme e invoca um futuro de respeito, paz e encontro entre os povos..."

A frase esteve o dia todo estampada na página principal do Site do Vaticano na data de hoje, quando se completam 70 anos do fim de um dos maiores campos de concentração do genocídio, o de Auschwitz.




NOSSA VIZINHA DO LESTE - PARÓQUIA SANTO ANTÔNIO DE ITUTINGA

Além das grandes e inúmeras montanhas que cercam a parte leste do nosso município, entre as Serras da Estância, que é aquela enorme montanha que vista de Itumirim tem o nome de Serra do Sofá e que faz o grande cânion da Pirambeira, onde desaba os dois grandes rios Ingaí e Capivari, já unidos em um único curso; e a imponente Serra do Galinheiro que defronta a Capela de Paulo
Freitas, temos uma vasta extensão de limites municipais com o município de Itutinga e de limites paroquiais com a Paróquia de Santo Antônio daquela cidade. Ali temos as Serras do Pombeiro, o Morro da Baleia, as Serras do Cupim, das Andorinhas, das Aranhas e o local chamado janela.


capela de NSra. Rosa Mística - Jacarandá
Naquela região de lindas paisagens, serras, lagoas, rios e cachoeiras habitam muitos fiéis devotos que tem o costume de rezar tanto na Paróquia de Ingaí quanto na distante geograficamente, paróquia de Itutinga ou ainda em Itumirim. Há ainda, do lado de cá da serra, inclusive avistado aqui de Ingaí a localidade de Jacarandá, onde está construída a capela de NSra. Rosa Mística que é atendida pelo Padre Fernando, pároco de Itutinga.

Outro fato histórico que nos torna ligados à Paróquia de Santo Antônio é que aquela paróquia foi administrada por alguns anos pelo saudoso Padre José de Rezende Bueno, que era da diocese da Campanha e foi um importante auxiliar do Monsenhor Waldyr em sua instalação na Paróquia de Luminárias. Padre Bueno foi pároco de Itutinga de 1959 a 1962, justamente na época de instalação da Diocese de São João del Rei. Se tornou um daqueles sacerdotes que ficaram a serviço de três grandes bispos, Dom Delfim de SJDR e dos antigos lideres, dom Inocêncio(até 1960) e dom Otto. Depois de Itutinga ele retornou para a diocese anterior de onde partiu para junto de Deus.

Mas retornando ao presente, a Paróquia de Itutinga esta semana estará na pauta de notícias diocesanas. Após 25 anos sendo atendida pelo estimado Padre Fernando Salomão, no inicio do próximo mês aquela paróquia receberá um novo pároco, o atual vigário da Paróquia São Sebastião de Lavras, Padre Vitor Betolino.

Confira a seguir detalhes da história desta nossa co-irmã diocesana Paróquia de Santo Antônio de Itutinga, disponível no blog site http://santoantonioitutinga.blogspot.com.br/

  A origem da Paróquia remonta à vinda de um grupo de bandeirantes à região na qual se encontra a cidade de Itutinga. Os bandeirantes batizaram a comunidade que surgia de Arraial de Santo Antônio da Ponte Nova, por volta do ano de 1760. Fiel devoto de Santo Antônio, o líder do grupo ergueu uma capela em honra ao Santo no ano de 1794.

     Em 1924, a comunidade recebeu o nome de Itutinga, que em tupi significa “Cachoeira Branca”. Em 1944, o Curato de Santo Antônio foi elevado à categoria de Paróquia, graças a um decreto assinado por Dom Frei Inocêncio Engelke, bispo de Campanha, diocese à qual pertencia a Paróquia de Itutinga.

     Em 1970 foi construída a atual Igreja Matriz de Santo Antônio. A antiga capela foi demolida, dando lugar à casa paroquial. Desde por volta do ano de 1905 o município celebra, no dia 13 de junho, a Festa em honra a Santo Antônio de Pádua.

     Atualmente a Paróquia de Santo Antônio pertence à Diocese de São João del Rei e à Forania de Lavras. Filiada a ela, encontra-se no Bairro do Rosário, uma Capela em honra a Nossa Senhora do Rosário; além de cinco comunidades rurais: Jacarandá, tendo como padroeira Maria Rosa Mística; Mafra, tendo como padroeira Nossa Senhora do Perpétuo Socorro; Campo Redondo, tendo como padroeira Nossa Senhora de Fátima; Mato Dentro, tendo como padroeiro Santo Expedito e Macuquinho, tendo como padroeiro São Manoel.
   
Antiga Capela de Santo Antônio
Igreja Matriz recém-construída

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

BOM DIA, VAMOS REZAR, COM NOSSO PÁROCO PADRE CARLINHOS, SCJ

Bom dia. Hj, 26/01 - 2F
Vamos rezar
"Se uma família se divide contra si mesma, ela não poderá manter-se." (Mc 3,25).
Senhor, toda relação que se divide desestrutura a pessoa, especialmente dentro da família, nosso refúgio. Mesmo aquele que provoca a discórdia acabará se tornando alvo de sua própria manobra. Colherá o que plantou. A divisão não faz parte de nossa essência, mas sim o amor, o perdão, a reconciliação, a relação comunitária. Somos seres para o outro e o egoísmo nos prejudica, despersonaliza. Viestes nos mostrar e trazer esta realidade do céu, do Reino de Deus, que é formado e participado por todos aqueles que promovem a paz. O Espírito Santo é quem nos conduz para isto.
Espírito Divino, capacita-nos para o amor, fazei com que vejamos o bem no próximo e, se tivermos que corrigi-lo, que o façamos com misericórdia, e que promovamos a paz, a concórdia e a reconciliação. Afasta de nós todo espírito de maledicência e divisão. Que usemos de nossa língua para edificar e não para destruir nosso semelhante.
Abençoai-nos, nossos familiares e amigos. Que sejamos um.

Continue...

sábado, 24 de janeiro de 2015

EVANGELHO DO DOMINGO - III Domingo do Tempo Comum

Anúncio do Evangelho (Mc 1,14-20)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.
14Depois que João Batista foi preso, Jesus foi para a Galileia, pregando o Evangelho de Deus e dize
ndo: 15“O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!”
16E, passando à beira do mar da Galileia, Jesus viu Simão e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores.
17Jesus lhes disse: “Segui-me e eu farei de vós pescadores de homens”.
18E eles, deixando imediatamente as redes, seguiram a Jesus.
19Caminhando mais um pouco, viu também Tiago e João, filhos de Zebedeu. Estavam na barca, consertando as redes; 20e logo os chamou. Eles deixaram seu pai Zebedeu na barca com os empregados, e partiram, seguindo Jesus.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

BOM DIA, VAMOS REZAR, COM NOSSO PÁROCO PADRE CARLINHOS,SCJ

Bom dia. Hj, 24/01 - sábado
Vamos rezar
"Quando souberam disso, os parentes de Jesus saíram para agarrá-lo, porque diziam que estava fora de si" (Mc 3,21).
Senhor, a experiência do vosso amor faz com que mudemos de atitude, pois encontramos um sentido novo para a vida, bem melhor do que a vida que levávamos. Isto não significa afirmar que toda a experiência passada não fora boa, foi sim, mas convosco passa a ter um novo significado. Para muitos, esta mudança se torna incompreensível, sem nexo e esperam que voltemos ao normal. Mas para aquele vive está nova realidade, tudo tem um significado novo: a família, os amigos e a vida, pois queremos aproveitar mais a convivência, valorizar mais as pessoas, saborear melhor a vida, vivendo intensamente o momento presente. O "ser" passa a ter mais valor que o "ter". A família e os amigos se tornam mais importantes que os bens, trabalho, fama, etc. É preciso saber viver e a felicidade não se adquire através de um copo de cerveja na mão, nas baladas da vida, no carro do ano, nem na notoriedade que o dinheiro poderá proporcionar. Ela se encontra presente no vosso amor, no viver em comunhão convosco, no ser presença para família, no gesto concreto de ajuda que se dá a quem precisa. Que jamais desistamos de verdadeiramente viver e ajudemos aos entes queridos a encontrarem este novo sentido para a vida.
Abençoai-nos, nossos familiares e amigos. Que o Todo Poderoso faca em nós maravilhas.

Continue...

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

BOA NOITE, VAMOS REZAR, COM NOSSO PÁROCO PADRE CARLOS PÁRIS SILVÉRIO, SCJ

Boa noite. Hj, 23/01 - 6F
(OBs. Peço desculpas por não ter postado a oração no início da manhã, mas estive viajando desde as 4:30hs e cheguei somente agora em casa. Foi uma viagem abençoada).
Vamos rezar
"Então Jesus designou Doze, para que ficassem com ele e para enviá-los a pregar," (Mc 3,14).
Senhor, sei que ao chamar para o discipulado, pretende que demos testemunho, mais do que doutrina ou ensinamento, queres que experimentemos antes a vossa misericórdia e o resultado dela em nossa vida. Falar com autoridade passa pela experiência e não pelo estudo, embora necessário, mas deve ser intercalado com a oração e a pratica. Sempre penso que: falar sobre Vós até que é fácil, falar convosco é mais complicado, pois nem sempre estou disposto ou encontro tempo. Difícil mesmo é viver conforme testemunhastes. Dá-nos, Senhor, os mesmos dons, a mesma vontade e a mesma disposição que animou o vosso coração, para que experimentemos a vossa misericórdia, compreendamos a nossa missão e levemos a Boa Nova a todos.
Abençoai-nos, nossos familiares e amigos. Eis-nos aqui, Senhor, envia-nos.

Continue...

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

20 DE JANEIRO - O AMOR É A PLENITUDE DA LEI - FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2014 - MISSA SOLENE DO BISPO DOM CÉLIO



"O AMOR É A PLENITUDE DA LEI"

Ingaí, 11 horas da manhã do dia 20 de Janeiro de 2014. Nossa cidade, em um dia especial, feriado oficial no município, se prepara para celebrar a Solene Missa em honra do glorioso mártir São Sebastião, o padroeiro de Ingaí.
Algumas presenças especiais na comunidade, os ingaienses que residem fora, neste dia vieram para o reencontro com suas famílias, o povo das Comunidades Rurais também estava na cidade e na Igreja Matriz,  nosso Bispo Diocesano dom Célio  desde a noite anterior se encontrava em Ingaí. Veio de São João del Rei especialmente para presidir esta solene missa em honra de São Sebastião.  Tivemos a presença do Padre Giovani da Paróquia Sant'Ana de Lavras e do Padre João, da paróquia de NSra. do Carmo de Luminárias. Houve ainda a ilustríssima presença do nosso tão estimado e admirado padre que já tem o título de Monsenhor, Monsenhor Waldyr, o sacerdote que por mais de 50 anos esteve à frente das homenagens a São Sebastião de Ingaí. Destacamos por fim a presença dos seminaristas dehonianos, frathers e do nosso pároco Padre Carlinhos e de toda a Comunidade Católica Ingaiense e romeiros devotos de São Sebastião.

A celebração solene deixou a Igreja Matriz repleta de fiéis, também no adro da Igreja muita gente acompanhava a missa principal do dia do Padroeiro.

Cantos, leituras e preces louvavam e bendiziam ao nosso Santo que foi soldado e foi guerreiro.

Em sua homilia dom Célio destacou o Amor como plenitude da Lei Cristã, como símbolo e objetivo maior da Vida daqueles que seguem a Jesus Cristo, assim como fez e viveu São Sebastião. Lembrou das constantes recomendações e da prática do nosso amado Papa Francisco de vivermos uma vida coerente com a nossa religião e com a nossa fé, atentos às necessidades de todos os nossos irmãos. Falou do grande poder de São Sebastião intercedendo a Deus pela agricultura e pecuária, também pedindo a Deus que nos proteja das doenças, das pestes, da fome e da guerra. Clamou ainda a intercessão do Padroeiro para que Deus nos envie a Graça da Chuva, fonte de Vida e de Água para a nossa região.


Ao final da celebração foram prestadas emocionantes homenagens especiais aos ingaienses que residem em outras cidades, também aos homens de nome Sebastião e aos militares. Quando a primitiva imagem do Padroeiro foi conduzida até o altar muita gente foi às lágrimas, agradecidos por graças alcançadas por intermédio de São Sebastião junto ao Senhor Jesus Cristo.

Grande emoção também aconteceu quando o pároco Padre Carlinhos estava apresentando os concelebrantes no início da missa. Ao mencionar a presença do Mosenhor Waldyr a Assembleia o ovacionou por vários minutos com uma calorosa salva de Palmas. 


Após a missa aconteceu um animado leilão de gados atrás da Igreja Matriz, debaixo dos galhos secos da centenária árvore de óleo que era um grande símbolo da nossa praça local. Consternados os fazendeiros e sitiantes, assim como todos os demais presentes, notando a ausência de sombra, se davam conta de que a velha guerreira não resistiu à intempéries e sucumbiu à morte.
Quase 50 animais, entre bezerros, 1 cavalo, novilhas e garrotes foram  a leilão e adquiridos de bom grado em beneficio à Paróquia. 

Também houve movimentado leilão de prendas e atividades de lazer no Centro de Festas da Igreja.

Ao final da Tarde uma procissão percorreu as ruas de Ingaí com a Imagem de São Sebastião, encerrando assim as festividades do padroeiro neste ano de 2014.