4 DOMINGO DA PÁSCOA

4 DOMINGO DA PÁSCOA

PEREGRINAÇÃO DIOCESANA A APARECIDA DO NORTE

PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO E SÃO JOÃO BATISTA DE INGAÍ ++++ DIOCESE DE SÃO JOÃO DEL REI - MG ++++ PASTORAL DA COMUNICAÇÃO

NOSSAS CAPELAS

segunda-feira, 27 de abril de 2015

ACOMPANHE CADA INSTANTE DA ROMARIA DIOCESANA A APARECIDA DO NORTE POR MEIO DO FACEBOOK DA NOSSA PARÓQUIA

https://www.facebook.com/profile.php?id=100006023446215&fref=ts 


A partir de amanhã a tarde, acompanhe em nossa página do facebook todos os momentos da grande viagem a a Aparecida do Norte, na Romaria Diocesana que irá ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida buscar a imagem da Padroeira do Brasil para percorrer toda nossa diocese.
Adicione a nossa página na sua rede de amigos e acompanhe: 

https://www.facebook.com/profile.php?id=100006023446215&fref=ts 






http://www.a12.com/





MEMÓRIA - QUEM PODIA IMAGINAR QUE AQUELA CRUZ ERA SÓ O COMEÇO DE UMA HISTÓRIA DE AMOR ...


 Veja como tudo começou em Aparecida do Norte ... existem momentos imagens que nos faltam palavras para descrever








HISTÓRIA - SANTUÁRIO NACIONAL DE NOSSA SENHORA APARECIDA

Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida

‘Acolher bem também é evangelizar’
O Santuário de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, o maior Santuário no mundo dedicado a Maria, Mãe de Deus, localiza-se no Vale do Paraíba, no eixo Rio – São Paulo, e entre as duas cidades mais importantes do País, São Paulo e Rio de Janeiro. Por esse vale corre um rio de nome Paraíba, que foi palco do aparecimento da devoção que une todo o Brasil.
A pedra fundamental da Basílica Nova foi lançada em 10 de setembro de 1946, mas o início efetivo da construção ocorreu em 11 de novembro de 1955. A primeira missa no local aconteceu no dia 11 de setembro de 1946 e o primeiro atendimento aos romeiros em 21 de junho de 1959.
As atividades religiosas no Santuário, em definitivo, passaram a ser realizadas a parti r do dia 03 de outubro de 1982, quando aconteceu a transladação da Imagem Milagrosa da Antiga Basílica para a Basílica Nova.
Em 1980, a Basílica Nova, maior Santuário mariano do mundo, foi consagrada pelo Papa João Paulo II, que lhe outorgou o título de Basílica Menor. Em 1983, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB – declarou, oficialmente, a Basílica de Aparecida como Santuário Nacional.
Hoje, o Santuário é um grande centro evangelizador, confiado ao zelo apostólico dos Missionários Redentoristas desde 1894, responsáveis pela pastoral e pela administração, no atendimento aos romeiros e peregrinos que chegam de todas as partes do País e do exterior.
Três Papas visitaram o Santuário Nacional: João Paulo II, no ano de 1980, Papa Bento XVI, quando abriu a V Conferência Episcopal Latino-americana e do Caribe em maio de 2007 , e papa Francisco em 2013, por ocasião das atividades da Jornada Mundial da Juventude, realizada neste ano no Rio de Janeiro.
Durante o mês de outubro -particularmente no dia 12, dia de Nossa Senhora Aparecida, pessoas de todos os recantos do Brasil visitam o Santuário Nacional, momento em que os olhos do mundo se voltam para acompanhar os festejos e a grande manifestação de fé do povo brasileiro.
O Santuário Nacional acolhe milhões de visitantes, anualmente. Em 2014, 12.225.608  pessoas passaram pela Basílica. Com o lema “Acolher bem também é evangelizar”, trabalham no Santuário 33 missionários redentoristas, várias congregações religiosas femininas, mais de 800 voluntários e mais de 1.500 funcionários.
Além de toda a sua estrutura de acolhimento, acessibilidade e investimentos em comunicação, o Santuário Nacional atua na área da ação social. O número de beneficiados pelas parcerias e projetos atinge milhares de pessoas, entre crianças, adolescentes, idosos e portadores de necessidades especiais.

domingo, 26 de abril de 2015

ACOMPANHE A MOVIMENTAÇÃO DO SANTUÁRIO DE APARECIDA DO NORTE EM TEMPO REAL























ACOMPANHE NESTE LINK AS IMAGENS REGISTRADAS O TEMPO TODO PELAS CÂMERAS ESPALHADAS POR TODO SANTUÁRIO NACIONAL DE NOSSA SENHORA APARECIDA DE APARECIDA DO NORTE.

NA PRÓXIMA TERÇA FEIRA A NOITE PARTIREMOS EM ROMARIA JUNTO COM TODA DIOCESE DE SÃO JOÃO DEL REI , PARA BUSCARMOS A IMAGEM DE NOSSA SENHORA APARECIDA QUE IRÁ PERCORRER AS 40 PARÓQUIAS DO NOSSO BISPADO.




sábado, 25 de abril de 2015

EVANGELHO DO DOMINGO - 4º Domingo da Páscoa - REFLEXÃO COM NOSSO BOM PASTOR DOM CÉLIO DE OLIVEIRA GOULART, OFM

Evangelho Jo 10, 11-18
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus: 11“Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida por suas ovelhas. 12O mercenário, que não é pastor e não é dono das ovelhas, vê o lobo chegar, abandona as ovelhas e foge, e o lobo as ataca e dispersa. 13Pois ele é apenas um mercenário que não se importa com as ovelhas.
14Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem, 15assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai. Eu dou minha vida pelas ovelhas.
16Tenho ainda outras ovelhas que não são deste redil: também a elas devo conduzir; elas escutarão a minha voz, e haverá um só rebanho e um só pastor.
17É por isso que meu Pai me ama, porque dou a minha vida, para depois recebê-la novamente. 18Ninguém tira a minha vida, eu a dou por mim mesmo; tenho poder de entregá-la e tenho poder de recebê-la novamente; essa é a ordem que recebi de meu Pai”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

4º Domingo de Páscoa
Escrito por Diocese   
Sex, 24 de Abril de 2015 10:13
Evangelho Jo 10, 11-18
bispo111
“Eu sou o bom pastor.
O bom pastor dá a vida por suas ovelhas!”
(Jo 10, 11)
O quarto domingo de Páscoa é conhecido como o Domingo do Bom Pastor. Jesus é o verdadeiro Pastor de Israel e de todos os povos. Ele dá sua vida pelo rebanho e reúne a todos. É o domingo em que a Igreja propõe orações especiais pelas vocações sacerdotais. A figura do pastor nas Sagradas Escrituras é muito conhecida, devido ao contexto histórico e cultural do povo de Israel, povo nômade e cuidador de rebanhos.
No em seu ensinamento Jesus foi muito claro, chamando a atenção de que o bom pastor conhece as ovelhas, preocupa-se com elas, dá a vida por elas, se for necessário. Diferente daquele que é mercenário e cuida de ovelhas por causa de outros interesses.
Jesus cuidou do seu rebanho dando a vida por todos. É d’Ele que nos vem a vida e nos faz viver como seus filhos. É Ele também que nos dá a segurança de, como novo povo de Deus, caminhar com os nossos compromissos em direção aos valores fundamentais da vida cristã: a vivência do amor e a construção do Reino de Deus. Ao conseguirmos isto, de fato teremos um só rebanho e um só Pastor.
Um rebanho não pode viver sem o pastor. O único Bom Pastor em nossa Igreja será sempre Jesus Cristo! Mas Ele quer se fazer visível em seus pastores, por Ele escolhidos e autorizados para realizar na Igreja o pastoreio: o Papa, os Bispos, os Padres. São os primeiros responsáveis pela ação pastoral na Igreja! Mas também não podemos nos esquecer de que pelo batismo todo cristão é chamado a exercer atividades pastorais na vida da Igreja. Intercedamos ao Pai de Jesus Cristo, o Bom Pastor, que suscite entre nossa juventude aqueles que se sintam vocacionados ao pastoreio na Igreja e que, para os que estão nesta missão, não faltem a fidelidade e a perseverança em sua missão.

Célio de Oliveira Goulart – Bispo Diocesano

sexta-feira, 24 de abril de 2015

MPEMÓRIA - HÁ UM ANO PARTIA PARA JUNTO DE DEUS O VELHO PADRE SILVESTRE, SCJ

quarta-feira, 23 de abril de 2014


Há exatamente um ano, falecia numa triste noite de quarta feira o mais antigo "padre do passado" na história da paróquia de Ingaí, Padre Silvestre Muller, o penúltimo dehoniano a administrar nossa Igreja.(depois dele tivemos o Padre Ildefonso e o Padre Carlinhos) . Vamos recordar:


PARTIU PARA A ETERNIDADE O HOMEM SANTO, PADRE SILVESTRE

Na manhã desta quarta feira uma forte neblina cobria toda nossa cidade, se estendia pelo vale da Serra da Bocaina e por toda região. O sol quase não foi visto no decorrer do dia. O dia estava triste... a tarde também.

Morreu hoje, na SAnta Casa de Lavras, o nosso mais antigo ex vigário ainda vivo, Padre Silvestre Muller, que há mais de 60 anos trabalhava na Paróquia de Sant'Ana de Lavras. Ele faleceu aos 88 anos, depois de longa enfermidade que lhe exauriu as forças fisícas. 

Padre Silvestre trabalhou em Ingaí na decada de 50, foi um dos ultimos dehonistas a atenderem nossa comunidade antes do Padre Carlinhos, atual pároco. Ele entregou a Paróquia(de Luminárias, à qual pertenciamos) nas mãos do Padre Ildefonso que posteriormente, poucos anos depois passou o cargo ao Padre Waldyr, que aqui ficou por mais de meio século.

O corpo de Padre Silvestre está sendo velado na Matriz de Sant'Ana de Lavras, hoje às 19 horas haverá uma missa de Corpo presente e amanhã às 16:00 horas acontecerá a missa de despedida e seu sepultamento, no cemitério São Miguel.


É grande o pesar em toda região, pela partida desse Grande Homem Santo de Deus, exemplo de caridade e serviço a seus semelhantes. 




NOTA OFICIAL DO DEPARTAMENTO DIOCESANO DE COMUNICAÇÃO SOBRE O FALECIMENTO DO PADRE SILVESTRE

Nota de falecimento - Padre Silvestre Muller 
Escrito por Diocese   
Qua, 23 de Abril de 2014 17:00
pe_Silvestre_Muller
Com pesar, a Diocese de São João del-Rei (MG) comunica a falecimento do padre Silvestre Muller, um dos vigários que atuava na Paróquia de SantAna, em Lavras. Segundo informações divulgadas na fanpape paroquial, o sacerdote de 88 anos faleceu nesta quarta-feira, 23, após diversos dias internado na Santa Casa de Lavras. A causa da morte ainda não foi divulgada na fanpage paroquial. Para se despedir do religioso, os familiares e amigos poderão participar da missa de logo mais, às 19h, na matriz de SantAna, ou amanhã, dia 24, às 16h, também na igreja matriz. O sepultamento acontecerá logo em seguida, no cemitério local. A todos os familiares, amigos e entes queridos, as nossas orações!
Colaboração - www.facebook.com/ParoquiaSantAnadeLavras

MEMÓRIA - PADRE SILVESTRE NA NOSSA REGIÃO


Pe.  Silvestre



Em 1953 um dos primeiros padres a fixar residencia em Luminárias e que também atendia Ingaí foi o Padre Silvestre Muller-SCJ, mas ele era vigário da Paróquia de Sant'Ana de Lavras.

Padre Silvestre se tornou parte viva da história da comunidade de Lavras.


Depois da vinda de Padre Waldyr para Luminárias e Ingaí, Pe. Silvestre retornou para a Matriz de Sant'Ana de Lavras onde exerceu destacado trabalho social e religioso.Ele visitava diariamente os hospitais daquela cidade, dava a extrema unção aos enfermos e foi um dos intercessores no maior milagre realizado por Pe. Leão Dehon o fundador da congregação dos Padres Dehonianos do Sagrado Coração de Jesus.O processo de canonização de Pe. Dehon segue em andamento no Vaticano.Em certa noite um homem muito enfermo estava internado na Santa Casa de Misericordia de Lavras e chamaram o Pe. Silvestre para ministrar o ultimo sacramento e este levou a relíquia de Pe.Dehon e a colocou sobre o ferimento, vindo o doente a ficar curado.
Padre Silvestre também celebrava missas semanais nos cemitérios lavrenses, organizava retiros com as catequistas, liderou por muitos anos os movimentos de cursilho e Emaús e dava enfase à evangelização da juventude.No passado, ele foi colega de sacerdócio de dom Célio, nosso atual bispo quando ele ainda não havia recebido a ordem episcopal.
Hoje em seu silêncio, amparado por uma cadeira amiga, ele ainda participa das celebrações na Paróquia de Sant'Ana.As forças fisícas foram se esvaindo com o passar dos anos, mas a força espiritual permanece e a humildade do Pe. Silvestre é exemplo para os jovens sacerdotes que o sucederam.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

FESTA BOA, VIVA SÃO JOÃO...


Festa boa,viva São João
Tanta coisa pra fazer
Tanta coisa pra arrumar
Tem canjica pra mexer
Tem o coco pra ralar
Vamos ralar o coco
vamos mexer a canjica
Rala o coco...mexe a canjica...


Daqui a exatos dois meses e um dia estaremos acendendo mais uma vez, como tradicionalmente fizeram e fazem nossos antepassados há 83 anos , a Fogueira em honra a São João Batista, o grande protetor do "Pinheirinho" que agora é Ingaí.

Nesta grande alegria e devoção, nossos corações começam a se aquecer para que tudo transcorra da melhor maneira possível e no maior louvor a Deus e ao santo padroeiro. É quase um mês de festa para recordar a proteção e as 
bençãos que o Santo tem trazido para todos os ingaienses e devotos de São João Batista.

Por isso, na noite desta quarta feira, na Igreja Matriz, às 19:30 nosso pároco Padre Carlinhos se reunirá com a comunidade para organizarmos a Festa da Fogueira de São João Batista desse ano de 2015. Diversos assuntos serão tratados desde a demarcação dos dias de início e fim das festanças às orientações para as barraquinhas, responsáveis pelos dias de novena e de atendimento ao povo na parte social. 

Iniciemos junto com a Comunidade nossas
 orações pelo bom exito da festa, pedindo a Deus que tudo transcorra em clima de paz e harmonia. Acrescente a partir desta manhã em suas preces uma Ave Maria pela nossa festa do Padroeiro de Ingaí.


segunda-feira, 20 de abril de 2015

PASCOM DE INGAÍ NA ROMARIA A APARECIDA DO NORTE, EM PROCISSÃO, EM ROMARIA IREMOS JUNTOS A CASA DA MÃE APARECIDA



No Próximo dia 28 de Abril iremos junto com toda nossa Diocese de São João del Rei a Aparecida do Norte, no Santuário Nacional da padroeira do Brasil, em romaria para buscar a réplica da imagem original de Nossa Senhora Aparecida que irá percorrer as 40 paróquias do nosso bispado.
De Ingaí partirá uma romaria na noite de terça, com previsão de chegada na madrugada de quarta feira, dia que receberemos a imagem que marca parte do Jubileu de 300 anos do encontro da Santa.

A PASCOM da Paróquia São Sebastião e São João Batista de Ingaí se fará presente neste grande evento e realizará, assim como também o DEDICOM, a cobertura detalhada de cada momento.

O destaque é que contaremos com postagens e flashes durante toda a romaria e presença em Aparecida do Norte aqui no blog, no nosso facebook e no canal de vídeos da Paróquia no youtube. Aqueles que  não tiverem a oportunidade de participar diretamente da viagem poderão acompanhar desde a nossa partida na noite de terça até o retorno no fim da noite de quarta.

Também durante os dias, 1º, 2, 3 e 4 de junho quando a imagem percorrer as 3 paróquias circunvizinhas, co irmãs, São José de Itumirim, Ingaí e Nossa Senhora do Carmo de Luminárias, estaremos em companhia com as PasCons daquelas comunidades paroquiais realizando a cobertura dos destaques deste momento tão especial na história da Igreja no Brasil. 

domingo, 19 de abril de 2015

EVANGELHO DO DOMINGO E REFLEXÃO COM O BISPO DOM CÉLIO, 3º Domingo da Páscoa

Anúncio do Evangelho (Lc 24,35-48)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 35os dois discípulos contaram o que tinha acontecido no caminho, e como tinham reconhecido Jesus
ao partir o pão. 36Ainda estavam falando, quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: “A paz esteja convosco!”
37Eles ficaram assustados e cheios de medo, pensando que estavam vendo um fantasma. 38Mas Jesus disse: “Por que estais preocupados, e por que tendes dúvidas no coração? 39Vede minhas mãos e meus pés: sou eu mesmo! Tocai em mim e vede! Um fantasma não tem carne, nem ossos, como estais vendo que eu tenho”.
40E, dizendo isso, Jesus mostrou-lhes as mãos e os pés.
41Mas eles ainda não podiam acreditar, porque estavam muito alegres e surpresos. Então Jesus disse: “Tendes aqui alguma coisa para comer?” 42Deram-lhe um pedaço de peixe assado. 43Ele o tomou e comeu diante deles.
44Depois disse-lhes: “São estas as coisas que vos falei quando ainda estava convosco: era preciso que se cumprisse tudo o que está escrito sobre mim na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos”.
45Então Jesus abriu a inteligência dos discípulos para entenderem as Escrituras, 46e lhes disse: “Assim está escrito: ‘O Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia, 47e no seu nome serão anunciados a conversão e o perdão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém’. 48Vós sereis testemunhas de tudo isso”.

3º Domingo de Páscoa
Escrito por Diocese   
Sex, 17 de Abril de 2015 14:12
Evangelho Lc 24, 35-48
DSC09560
“Por que estais preocupados e por que tendes dúvidas no coração? Vede minhas mãos e meus pés: sou eu mesmo! Tocai em mim e vida!”
(Lc 24, 38-39)
Jesus se manifestou de modos diversos aos seus discípulos após a Ressurreição. Seja quando estavam reunidos em Jerusalém na casa onde fizeram a ceia pascal de despedida, seja em pescas no mar da Galiléia, ou juntando-se a dois discípulos que se dirigiam para Emaús. E nestes encontros Ele comia do pão e do peixe, falava-lhes com familiaridade e os incentivava sempre a não se desanimarem diante da missão que teriam pela frente.
Os apóstolos tiveram consciência de sua missão e dão testemunho, com as palavras e com a vida, do Cristo Ressuscitado segundo as Escrituras. Esta referência é fundamental, porque realiza a esperança messiânica na pessoa de Jesus, desde o batismo de João até a glorificação. A primeira comunidade cristã descobre nos acontecimentos da vida de Jesus a atualização das profecias: ele é o Messias, o servo fiel, o salvador dos seus irmãos, o santo e o justo, que foi preso e morto. Mas, sua morte trouxe vida e salvação para o povo de Deus.
Assim também o Cristo Ressuscitado se manifesta na vida de nossa Igreja. Na comunidade que se reúne para celebrar a Eucaristia, nos momentos da realização de nossas atividades pastorais, em todo processo de evangelização que devemos realizar. Sentimos que Ele é quem nos congrega, nos incentiva e se faz tão próximo de nós através da ação do Espírito Santo. Por que temer? Por que desanimar? Por que duvidar? No tempo pascal nós sentimos como que uma nova  força que nos vem do Senhor Ressuscitado e nos leva à luta! Há muito que fazer como discípulos e discípulas de Jesus Cristo. Não podemos nos omitir diante das necessidades daqueles que esperam muito de nosso compromisso cristão.
+ Célio de Oliveira Goulart – Bispo Diocesano