PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO E SÃO JOÃO BATISTA DE INGAÍ ++++ DIOCESE DE SÃO JOÃO DEL REI - MG ++++ PASTORAL DA COMUNICAÇÃO

NOSSAS CAPELAS

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

O ADEUS AO PADRE JAIRZINHO DE LAGORA DOURADA E OS PARABÉNS AO MONSENHOR JAIR DE CARRANCAS

pe_jose_hugo
(nota oficial do Portal Diocesano de Comunicação)
Faleceu na manhã desta quinta-feira, 18, o Padre Jair Rodrigues de Castro, de 84 anos. Natural de Coronel Xavier Chaves, Padre “Jairzinho” vinha realizando o trabalho, desde 1989, na cidade de Lagoa Dourada. Ordenado em novembro de 1958, o sacerdote exerceu o trabalho pastoral em diversos pontos da Diocese, dentre elas: Tiradentes, Piedade do Rio Grande, Conceição da Barra de Minas e São João del-Rei.
O sepultado está previsto para as 17 horas dessa quinta-feira, 18, na cidade de Lagoa Dourada.
Aos familiares e amigos, nossos sentimentos e orações.


Já o outro Padre de nome Jair, mas Monsenhor Jair dos Santos Pinto da Paróquia de Carrancas, velho companheiro de caminhada do Monsenhor Waldyr de Luminárias, comemorou ontem, dia 17, suas vésperas de boda de diamante sacerdotal. Monsenhor Jair dos Santos Pinto comemorou nesta quarta feira, 59 anos de ordenação sacerdotal.

Natural de Baependi, é dos tempos do memorável bispo da Campanha, dom Inocêncio Engelke,ofm . Quando se criou a nova diocese de São João e também antes disso o bispo tentou o levar para outras paróquias, na expecatativa de manter o bom padre sob seu pastoreio, mas o povo de Carrancas reivindicou e conseguiu manter para sempre e desde que se ordenou, no distante ano de 1955. Quem deu posse para ele em Carrancas foi o Padre Chiquinho, de São Vicente de
Pe. dr. Fábio(de Barroso),  Mons. Jair, Pe. Fernando(Itutinga), Mons. Waldyr
Minas, o padre caçador. Monsenhor Jair participou da posse do Monsenhor Waldyr em Luminárias, em fevereiro de 1957 e neste período, entre sua chegada em Carrancas e a chegada do Padre Waldyr, trabalhou junto com o Padre Ildefonso Béu e com o Padre Silvestre em Ingaí. 

Além do sacerdócio, relata-se que o Padre Jair era um excelente jogador de futebol e após as missas celebradas ocasionalmente, sobretudo nas festas dos padroeiros em Ingaí, não dispensava jogar uma partida no campo de futebol, naquela época, de cascalho e sem muros, praticamente bem ao lado da nossa igreja Matriz .

Confira mais detalhes da vida e história de Monsenhor Jair de Carrancas:

Durante toda sua vida,só trabalhou para o "outro" e sobretudo para Carrancas, onde está há 56 anos.
  Trabalhou muito sem pedir alguma troca.E isto é fascinante demais para passar desapercebido a qualquer um de nós.Monsenhor Jair entendeu e sentiu, desde cedo, a presença de Deus em sua vida e caminhou sempre com esta certeza. Sempre andou diante das necessidades de Carrancas. O carisma da disponibilidade em favor do "outro" e dos problemas de nossa Carrancas foi o que sempre esteve em seu coração.
  Monsenhor Jair sempre entendeu que toda busca no isolamento, toda busca por interesses pessoais é necessariamente uma busca contra os demais. Ele sempre se encarnou na comunidade. Dedicou todo o seu tempo, sua inteligência, suas virtudes sacerdotais, sua vida exemplar, sua piedade profunda e sua juventude ao povo de Carrancas.
  Monsenhor Jair dos Santos Pinto, nasceu em 28/04/1930, na Fazenda do Pinhal em Baependi/MG.A Fazenda do Pinhal era de seu avô Adolfo e sua avó Hiahá.Filho de Gabriel Pinto Ribeiro Filho e Maria Junqueira dos santos Pinto, é o primogênito de 6 irmãos. Foi batizado em 08/06/1930 na Matriz Nossa Senhora dos Remédios em Caxambu, pelo Monsenhor José João de Deus. Seus padrinhos foram seus avós: Gabriel Pinto Ribeiro e maria da Conceição Ribeiro(Vó Hiahá). Seus avós paternos: Gabriel Pinto Ribeiro e Amélia Theodolina Meirelles.Avós maternos: Adolfo Esaú dos Santos e Maria da Conceição Junqueira Santos.
  Passou a infância trabalhando na Fazenda do Pinhal e realizou estudos assistemáticos(fora da escola) correspondentes a 1ª à 4ª séries com sua tia Edina.
  Em 1942 fez o curso de admissão ao ginásio,(era assim chamado) no Ginásio dos padres barnabitas em Caxambu, com a professora Lourdes Arnault, tirando o 1º lugar dentre todos os alunos e recebendo como prêmio o livro: "História do Mundo para as crianças", com a seguinte dedicatória:"Para o muito esforçado Jair, ofereço este livro como prêmio da aplicação, desejando que continue sempre amigo dos estudos.Ass.Lourdes Arnault- 04/12/1942.
  Começou a cursar a 1ª série do curso ginasial (hoje 5ª série) no Ginásio dos Padres Barnabitas em Caxambu.Aí ficou até julho de 1943 quando foi para o Seminário Nossa Senhora das dores em Campanha-MG, onde fez o curso de Humanidade em 06 anos.Era o seminário menor,o que equivale hoje 5ª a 8ª séries e o Ensino Médio.
  Terminando o seminário menor em campanha foi para Mariana-MG, cursar no Seminário São José, dos Padres Lazaristas cursos de Filosofia (02 anos) e Teologia (04 anos)- Seminário maior.
  Pelos seus históricos,foi um aluno muito exemplar, distinguia-se sempre, na eloquência sagrada.
  Foi Deão no seminário. Deão era aquele aluno, que,por seu exemplo e distinção, cuidava dos outros colegas.
  Ficou em Mariana até sua ordenação que ocorreu em Baependi em 17/12/1955 pelo Bispo D. Inocêncio Engelke, de Campanha.
  Depois de sua ordenação, ficou de férias no mês de Janeiro, passando alguns dias em Caldas-MG para descansar. E quando voltou das férias era hora de sua nomeação.
  De primeira mão foi nomeado para Campos Gerais-MG, como vigário cooperador, em 02/02/1956. Mas não chegou a assumir Campos Gerais pois, acatando a ordem de seu Bispo em 15/12/1956 foi nomeado para Carrancas. Sua posse, em 17/02/1956, em Carrancas contou com presença do Com.Francisco Leopoldino (Pe. Chiquinho) de São Vicente de Minas e logo após,naquela tarde, seu primeiro ato, foi ungir Sr. Ewerton.
  Depois de apenas três anos em Carrancas, em 30/01/1959, recebeu uma provisão(Portaria) para assumir a Paróquia de Santa Catarina em Natércia-MG, com o prazo máximo de 15 dias para tomar posse.
  Sua saída não agradou a Comunidade. Padre novinho(era o padre menino, alguém o chamou assim), mas que já estava revolucionando Carrancas, começando pela Educação e pela saúde. Foi quando a Comunidade se reuniu para pensar o que fazer. Saíram então os saudosos Sr. Élson Teixeira,Sr. Osmar de Souza Andrade e Dr. Manoel Moreira, em nome da comunidade de Carrancas. O pedido foi solene e o Sr. Bispo D. Inocêncio acatou.
  Pelos relevantes serviços prestados à nossa Comunidade, em razão de toda uma vida vivida em prol do bem estar físico, espiritual, intelectual e social da Comunidade Carranquense, recebeu o título "Cidadão Carranquense", através da Lei nº 200 de 1963.

Fonte : Arquivos da Paróquia de Carrancas - PASCOM de Carrancas

FÉ E EMOÇÃO NA ACOLHIDA DA IMAGEM DE NOSSA SENHORA APRECIDA QUE FICARÁ NA GRUTA DO CRUZEIRO

Como todos os dias sempre o fizeram, ao raiar do sol pela manhã os homens da nossa cidade, acordados já desde que o galo cantou, a grande maioria deles, se preparava para mais um dia de trabalho. OS já aposentados, para mais um dia de merecido repouso, depois de uma vida inteira de esforços no campo ou na cidade.

Era uma quarta feira talvez igual às outras, porém com uma expectativa especial; era o dia de acolher a Imagem de Nossa Senhora Aparecida que irá ficar na nova Gruta  construída em homenagem À Virgem Maria no ponto mais alto da nossa cidade. 

Ao final da tarde, daquele dia de sol escaldante e poucas nuvens no céu, após já terem todos retornado de seus serviços ou repousos e se preparado para a ocasião especial, os homens e a mulheres de Ingaí, as crianças, os jovens e os idosos se reuniram na entrada da cidade, lá perto da Unidade de Saúde para esperar, ansiosos a chegada da imagem, que estava sendo trazida de São João del Rei, onde foi esculpida e ornamentada.
 
Com muita devoção, alegria e satisfação, o povo rezava e cantava quando a camionete com a imagem surgiu lá no alto do morro. Fogos de artificio avisavam a toda cidade o grande evento. 
 
Em procissão a imagem veio até a Igreja Matriz, onde foi celebrada uma missa especial, presidida pelo Padre Mariano, superior Provincial da Congregação dos Dehonistas do Sagrado Coração de Jesus, da qual nosso pároco Padre Carlinhos faz parte e concelebrada também pelo Padre Carlinhos.

A igreja estava cheia, a missa estava linda. Ao final da celebração a imagem foi abençoada e houve consagração a Nossa Senhora. Os homens do Grupo do Terço Masculino, grandes responsáveis e idealizadores da Gruta e da compra da Santa, demonstraram mais uma vez o quão grande é união e fé do nosso povo em Deus e na Virgem Maria, especialmente em seu título de Nossa Senhora Aparecida.













terça-feira, 16 de dezembro de 2014

INGAÍ VAI RECEBER A IMAGEM DE NOSSA SENHORA APARECIDA QUE FICARÁ NA GRUTA DO CRUZEIRO

Com muita alegria, amanhã quarta feira nos reuniremos às 5 horas da tarde em frente à Unidade de Saúde Madre Teresa, na entrada principal da cidade para recebermos a Imagem de Nossa Senhora Aparecida, que está sendo esculpida em São João del Rei e que ficará na Gruta de Nossa Senhora Aparecida, construída no alto da Colina do Cruzeiro da Vila Candinho.

A aquisição da Imagem, assim como a construção da ermida, foi uma iniciativa e Campanha do Grupo do Terço Masculino Nossa Senhora Aparecida de Ingaí, que há mais de um ano vem angariando recursos para estas homenagens especiais e perpetuas à Patrona do Grupo do Terço e Padroeira do Brasil.
Até que as obras de acabamento da gruta sejam concluídas a santa ficará guardada na Igreja Matriz e no dia da Benção e  Inauguração haverá procissão, missa e diversas festivida
des comemorando a data especial.
O coordenador do grupo do terço masculino destacou a união dos homens de nossa cidade e de todos aquelas pessoas que contribuíram para a realização desse sonho coletivo dos católicos de Ingaí . 

VAMOS REZAR, COM NOSSO PÁROCO PADRE CARLINHOS-SCJ


domingo, 14 de dezembro de 2014

ESPECIAL NOSSA SENHORA DE GUADALUPE




NESTA SEMANA CELEBRAMOS DIA 12, SEXTA FEIRA A FESTA DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE, A PADROEIRA DA AMÉRICA LATINA.

A DEVOÇÃO À NOSSA SENHORA SOB ESSE TÍTULO É MUITO GRANDE EM TODO O PLANETA.

SUA MANIFESTAÇÃO OCORREU NO MÉXICO, EM GUADALUPE, HOJE CIDADE DO MÉXICO, CAPITAL DAQUELE PAÍS E A MAIOR CIDADE DO MUNDO.

NOSSA SENHORA APARECEU COMO UMA INDÍGENA, ESPERANDO UM BEBÊ AO ÍNDIO JUAN DIEGO NO ALTO DE UMA COLINA.

ALGUNS DIAS DEPOIS, ELA NOVAMENTE SE MANIFESTOU A ELE EM VÁRIAS OUTRAS OCASIÕES, NO MESMO MONTE. NA ÚLTIMA APARIÇÃO SE FEZ ESTAMPADA EM UMA MISTERIOSA PITURA NO MANTO DO ÍNDIO E LHE ORIENTOU QUE LEVASSE ESSE MANTO ATÉ O BISPO LOCAL QUE ASSIM COMO CENTENAS DE BILHÕES DE PESSOAS ATÉ OS DIAS DE HOJE SE ESPANTAM COM O MILAGRE OCORRIDO AO VER A PINTURA.

COM O PASSAR DOS ANOS DIVERSAS ADVERSIDADES ENVOLVERAM O QUADRO QUE CONTINUA INTACTO HÁ QUASE 500 ANOS NO SANTUÁRIO DEDICADO À  VIRGEM DE GUADALUPE.

CIENTISTAS E ESPECIALISTAS DE TODAS AS PARTES DO PLANETA JÁ TENTARAM DECIFRAR OS MISTÉRIOS QUE ENVOLVEM ESTA PINTURA E O QUE CONSEGUIRAM FOI REFORÇAR O QUÃO MIRACULOSO E DIVINO É ESTA MANIFESTAÇÃO DE DEUS POR MEIO DE NOSSA SENHORA. CONFIRA ALGUMAS CURIOSIDADES SOBRE A HISTÓRIA DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE  


UMA EXPLICAÇÃO COMPLETA DA DOUTRINA CATÓLICA NA MESMA ÉPOCA EM QUE LUTERO AFASTAVA MILHÕES DO CATOLICISMO, NOSSA SENHORA TRAZIA MILHÕES DE ÍNDIOS PAGÃOS AO BATISMO: 10 MIL BATIZADOS POR DIA PELOS FRANCISCANOS.
Os antigos povos indígenas do México transmitiam a memória de sua história de geração em geração por meio de poemas e cantos, que ao ser transmitidos por meio de figuras e símbolos em papel ou peles, formavam os chamados códices.
A imagem está cheia de símbolos (a maneira de códices), de modo que os habitantes destas terras pudessem entender facilmente a mensagem.

Para que possamos entender, pela nossa visão moderna, a profundidade da mensagem contida na imagem de Guadalupe, é necessário conhecer o significado básico dos símbolos presentes na santa imagem segundo a culturas indígenas que lá viviam:


Cinto – Marca a gravidez da virgem, que se constata pela forma aumentada do abdómen, onde se destaca uma maior proeminência vertical que transversal.. O cinto se localiza em cima do ventre. Cai em dois extremos trapezoidais que na cultura Náhuatl representa o fim de um ciclo e o nascimento de outro. Na imagem simboliza que com Jesus Cristo se inicia uma nova era tanto para o velho como para o novo mundo.


Lua - A Virgem de Guadalupe está pisando no meio da lua; e não é casual que as raízes da palavra México em Náuhatl é “Metz-xic-co” que significa ” no centro da lua”. Também é símbolo de fecundidade, nascimento e vida.

Flor – A flor de quatro pétalas, a “Nahui Ollín” é o símbolo principal na imagem. É o símbolo máximo na cultura náuhatl e representa a presença de Deus, a plenitude, o centro do espaço e do tempo. A imagem representa a Virgem de Guadalupe como a Mãe de Deus e a flor marca o lugar onde se encontra Nosso Senhor Jesus em seu ventre.

Anjo – Um anjo está aos pés da imagem. As asas são como de águia, assimétricas e muito coloridas. Os tons são parecidos com os do pássaro mexicano “tzinitzcan” que Juan Diego avistou anunciando a “aparição” da Virgem de Guadalupe.

Raios – A Virgem está rodeada de raios dourados que formam um halo luminoso. Mensagem: ela é a Mãe da luz, do Sol, do Deus verdadeiro.

Cabelos - Tem o cabelo solto, que entre os astecas é sinal de virgindade. É virgem e mãe.
Seu rosto é moreno, ovalado e em atitude de profunda oração, reflectindo amor e ternura.
Suas mãos estão juntas em sinal de recolhimento e oração. A direita é mais branca e a esquerda é mais morena, podendo significar a união das raças.

Mais símbolos


Os indígenas eram homens religiosos por excelência e sempre estavam atentos a sinais que entendiam como mensagens de Deus. 12 de Dezembro de 1531, dia da formação da imagem no manto de Juan Diego, se reuniram quatro grande símbolos:


Cometa Halley – Solstício de Inverno

Conjunção Sol-Vênus – Tanto Vênus ( Quetzalcoátl ) como o Sol ( Tonatiuh ) eram símbolos de Deus. Na conjunção Sol-Vénus que se deu nesse dia, podia observar uma plenitude de simbolismo divino.

O retorno de Vênus - O planeta Vénus somente a cada 8 anos retorna junto com o Sol. Os indígenas interpretam como o retorno de “Quetzalcoátl”, o “Deus-homem”, representado por Vénus.

Estes trechos e fotos sobre o poncho, foram tirados do livro “Nossa Senhora de Guadalupe” – Edições Loyola

A Imagem do poncho, com todas as suas maravilhosas características, assim como a conservação do tecido, constitui um incontestável Milagre. Sem explicação pela ciência.

...E, então, eles entendem… É uma explicação completa de toda a doutrina católica. E então, se batizaram 10 mil índios por dia, numa época em que Lutero afastava tantos milhões de pessoas do catolicismo e… Nossa Senhora [trazia]… Outros milhões. Todo o povo azteca, até hoje, impossível encontrar um índio azteca pagão. E [por conta dos códigos no vestido] se entendeu o catolicismo e os franciscanos batizaram 10 mil por dia, sem precisar instruir, porque aí havia todo o comprovante e eles entendiam. ( Padre Oscar Quevedo, SJ)

ESPECIALISTA DA IBM RESOLVE ANALISAR OS OLHOS DA IMAGEM E NÃO IMAGINAVA QUE IRIA PERDER O SONO AO FAZER TANTAS DESCOBERTAS
O peruano Dr. José Aste Tönsmann, especialista em engenharia de sistemas ambientais pela Universidade de Cornell (EUA), trabalhava no Centro Científico da IBM da Capital do México, no processamento por computadores de imagens transmitidas por satélites artificiais, e em outros projetos.

Qualquer fotografia pode ser reconstituída e ampliada pelos computadores através do chamado processo digital. O processo digital consiste na reconstrução de uma fotografia pelos computadores à base de dígitos ou números. O Dr. Aste empregava a análise digital em alguns dos símbolos da vida e da cultura do país, por exemplo o calendário asteca…

O Dr. Aste até então não conhecia os estudos feitos nos olhos daquela famosa Imagem nem sequer a descoberta do “homem com a mão na barba”. Um dia, leu um pequeno artigo sobre esse fato e resolveu fixar-se na inexplicável figurinha. “Se este busto está aí, eu poderei ampliá-lo melhor do que ninguém, com os computadores” ou cérebros eletrônicos do centro especializado.

Era fevereiro de 1979 quando iniciou a trabalhosa e minuciosa pesquisa no Centro Científico da IBM. Os resultados só ficariam definidos em 1981.

O Dr. José Aste Tönsmann não seguiu um esquema determinado. Empenhou-se no trabalho sem saber o que ia encontrar. Nos dois anos de estudo, enfrentou procedimentos difíceis que exigiram muito esforço.

À medida que os mistérios se sucediam, ele chegou a tornar-se opositor de suas próprias descobertas: “Não pode ser!”

Figuras humanas

Como no Íris do olho de uma pessoa viva reflete-se o que está vendo, o Dr. Aste concentrou seu estudo nos Íris dos olhos da Imagem de Guadalupe. Não sabia que iria fazer tantas descobertas e que “perderia o sono” por conta delas…  

Não podendo os computadores trabalharem sobre a superfície rústica e sinuosa da tilma –exigem uma superfície lisa–, o Dr. Aste tirou muitas fotografias. Os olhos da Imagem medem de 2 a 5 milímetros de altura por 3 a 7 milímetros de comprimento. O computador, dividiu nas fotografias cada milímetro quadrado em 1.600 até 27.778 micro-quadradinhos, e depois ampliou, segundo o que se pretendia, de 30 até 2.000 vezes cada micro-quadradinho. Nas fotografias computadorizadas os olhos ficavam de enorme tamanho.

Do livro: "Nossa Senhora de Guadalupe, O olhar de Maria para a América Latina 'Não estou qui eu que sou tua mãe?'"- Padre Oscar Quevedo, SJ, Edições Loyola

OFTALMOLOGISTAS ASSOMBRADOS: OLHOS DA IMAGEM OBEDECEM PERFEITAMENTE TODAS AS LEIS DA ÓPTICA ENTÃO DESCONHECIDAS NO SÉCULO XVI
Estudos ofalmológicos realizados aos olhos de Maria, detectaram que eles mostram os três efeitos de refração da imagem que um olho humano normalmente tem. È absolutamente impossível obter estes efeitos com um pincel, mesmo na nossa época. 
A Imagem de Nossa Senhora de Guadalupe, que parecia tão contemplativa, ia assustar os maiores oftalmologistas que tiveram o privilégio de estudar Seus olhos: Eles estão “vivos” na tilma.

O primeiro a estudar os olhos foi Javier Torroela Bueno, chefe da Clínica de Propedêutica na Escola Nacional de Medicina (1949-1952) e da Cátedra de Oftalmologia (1953-1960), na Universidade Nacional Autônoma do México. Trabalhou com o eminente oftalmólogo e cirurgião Rafael Torija Lavoignet.

Foi o Dr. Lavoignet em julho de 1956, após oito meses consecutivos de trabalhos, quem descobriu na tilma, nos olhos da Virgem de Guadalupe, o fenômeno ótico da “tripla imagem de Purkinje-Samson”.


Com uma lupa, ele viu nos dois olhos da Imagem de Guadalupe a figura do “homem com a mão na barba”. E com oftalmoscópio, jogando luz sobre o olho direito, viu os três reflexos correspondentes à lei ótica da “tripla imagem”.


Numa tela plana e grosseira como a tilma, seria impossível produzir esses reflexos, garantiam os médicos e os pintores. E como é que um pintor do século XVI reproduziria a “tripla imagem”, descoberta apenas no final do século XIX?

Dois grupos familiares e desenhos a partir das ampliações. Observe-se que no olho direito aparece também o esposo, que não cabe no Íris do olho esquerdo, mas um reflexo luminoso não permite ver a filha.
Todas as privilegiadas personagens estavam em ambos os olhos! Em tripla imagem! Em relevo! Em cores! Diferindo apenas em tamanho, ângulo e luminosidade. Tudo como se encaixa “perfeitamente no fenômeno da visão estereoscópica. O alongamento de algumas das imagens correspondem à reflexão das mesmas numa superfície convexa como é o olho humano”.

O espanhol com a mão na barba e o índio sentado, por estarem no extremo mais externo do semicírculo, ficavam mais perto do observador. O computador só podia ampliar os olhos do índio, porque o espanhol estava meio virado. E… em ambos os olhos!, em tripla imagem!, em relevo!, em cores!, os computadores comprovaram toda a cena de outro ângulo! Corresponde a figuras microscópicas na pequeníssima pupila da Imagem Guadalupana…

Do livro: "Nossa Senhora de Guadalupe, O olhar de Maria para a América Latina 'Não estou qui eu que sou tua mãe?'"- Padre Oscar Quevedo, SJ, Edições Loyola


PASMEM: DENTRO DO 'OLHO DO BISPO' REFLETIDO NO 'OLHO DA VIRGEM', ENCONTRARAM O ÍNDIO JUAN DIEGO COM O MANTO ABERTO...E DENTRO DO 'OLHINHOSINHO' DO JUAN DIEGO: O BISPO!!!

Ampliaram 3.500 vezes as pupilas dos olhos do Bispo, que na Imagem é de um milímetro. Num espaço correspondente a uma quarta parte de um milionésimo de milímetro na Imagem, vê-se a figura do índio JuanDiego mostrando a tilma com a figura da Virgem de Guadalupe!


E o olhinho de Juan Diego também refletia uma figura: a cabeça de um homem de nariz aquilino, o bispo!

O Dr. José Aste Tönsmann tivera muitos motivos para perder o sono.

Mesmo com a tecnologia atual, quem pintaria em um grosseiro ayate figuras da dimensão, da precisão e detalhes daquelas contidas nos olhos da Senhora de Guadalupe???

Do livro: "Nossa Senhora de Guadalupe, O olhar de Maria para a América Latina 'Não estou qui eu que sou tua mãe?'"- Padre Oscar Quevedo, SJ, Edições Loyola

O OLHO DA IMAGEM É VIVO, REAGE A LUZ, A RETINA SE EXPANDE E SE CONTRAI
Em entrevista, O Parapsicólogo Padre Oscar Quevedo comenta citando um pesquisador que disse:
- Eu deixei a minha fé na porta.

Ele era praticamente ateu. Não ateu, mas… Não praticante. E entrou para ver e se concentrou nos olhos, a ver os cílios.
- Luz! – pediu, e a retina [da imagem de Nossa Senhora] se fechava.
- Menos luz! – solicitou, e a retina [da imagem de Nossa Senhora] se abria.
Isso já havia sido pesquisado por outros parapsicólogos. E este:

- Não pode ser! – [duvidava] e foi lá para ver – Que nada, esses são católicos. Parapsicólogos católicos. Eu vou lá ver.

Então ele acabou comprovando e fez uma análise do olho vivo, que reage. E em certo momento pediu:
- Senhora, queira olhar um pouquinho mais para cima? – E nem caiu na conta de que estava analisando uma pintura. Então, ele e outros depois, foram para ver, tocar… E tem pulso! E tem temperatura!
...E TEM MAIS AINDA: O VENTRE DA IMAGEM "PULSA" BATIMENTOS CARDÍACOS COMO EM UMA MULHER QUE ESTÁ GRÁVIDA MESMO: Um dos médicos que analisou o poncho, colocou seu estetoscópio por baixo do cinto da Virgem Maria, e "escutou batidas" a um ritmo de 115 pulsações por minuto, iguais às de um bebê no ventre materno.
Por isso, A Virgem de Guadalupe, além de padroeira das Américas, é também considerada Protetora dos Nascituros.

 CIENTISTAS DA "NASA" CONFIRMAM O IMPOSSÍVEL: A IMAGEM DA VIRGEM DE GUADALUPE NÃO TOCA O MANTO!!!
Aproximando-se para ver a imagem a menos de 10 centímetros, só se enxergam as fibras do manto, não se vêem as cores nem a Imagem!

Os Cientistas da NASA puderam passar raios laser entre a tela e os acréscimos e retoques colocados pelos índios! Os retoques estão SEPARADOS da tela três décimos de milímetro- ISSO MESMO-Estão "suspensos no ar". A Imagem não está atrás, embora todos a vejam por diante e a possam fotografar…

TODOS os cientistas ficaram profundamente impressionados. Não há entre eles nenhuma voz discordante a respeito de que se trata de MARAVILHOSO MILAGRE, uma coleção de milagres…

Poucos de nós sabemos nos inclinar quando estamos diante de um mistério...a imensa maioria o ignora fazendo de conta que não é relevante e não muda nada em sua vida. Não entendo porque deve ser assim com a maioria de nós que somos criaturas que nascemos de Deus e pra Ele vamos voltar. A Boa Nova da Esperança e do Amor é ininterruptamente anunciada por Deus a cada instante de nossas vidas, mas damos valor a tantas bobagens, nos inclinamos e mergulhamos profundamente nas tristesas e desgraças que acontecem a nossa volta e no mundo, dando a elas uma atenção e devoção que não merecem, enquanto Deus realiza Milagres explícitos, eloquentes e maravilhosos como o de Guadalupe e nós passamos os olhos despercebidos. 
"O que Deus fez com a América Latina não o fez em nenhum outro continente."